Prefeitura de Araçatuba inaugura 1º ecoponto monitorado no Dia do Meio Ambiente

Foi inaugurado no Dia Mundial do Meio Ambiente, o primeiro ecoponto monitorado de Araçatuba, no bairro Claudionor Cinti. O local destinado ao despejo de resíduos como entulho de construção e galhos de árvores possui três câmeras que acompanharão o movimento 24 horas por dia. O objetivo é prevenir o mau uso do espaço e identificar autores de possíveis atos de vandalismo.

O ecoponto será o terceiro em funcionamento na cidade, podendo ser utilizado por carroceiros e moradores a partir de hoje. Seis caçambas foram disponibilizadas para a população fazer o descarte dos materiais inservíveis.

O engenheiro florestal Lucas Savério Proto, que é assessor-executivo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, explica que a partir da inauguração será possível acompanhar a demanda e fazer possíveis adequações no ecoponto. O espaço fica em uma área na rua Adalberto da Cunha Capella, na avenida Juscelino Kubitschek.

A calçada ganhou mudas de árvores e futuramente deverá ser plantada cerca viva de hibisco para isolar o alambrado. O ecoponto fica a poucos metros da antiga pista de motocross do bairro, que é local de descarte irregular de todo tipo de material, inclusive lixo.

Proto explica que com a inauguração do ecoponto, outros locais que servem como depósito ilegal serão sinalizados e passarão a ser monitorados pela Guarda Civil Municipal. “Nosso objetivo nesse primeiro momento será educar as pessoas e trazê-las para fazer o descarte no ecoponto. Posteriormente, quando todos estiverem conscientizados, aí sim os fiscais passarão a autuar quem faz o descarte irregular”, informa.

MONITORAMENTO
O secretário municipal de Segurança Antonio Erivaldo Gomes Assêncio mostrou à reportagem, no celular dele, imagens captadas no ecoponto. O sistema de monitoramento utilizado é o CFTV e a unidade do Claudionor Cinti é pioneira no projeto que posteriormente será estendido às demais.

De acordo com o secretário, o objetivo é cuidar para que não haja vandalismo, descarte irregular e mau uso do espaço. “Constatada irregularidade, imediatamente nossa central de controle mandará a viatura que estiver mais próxima, pois o ideal é que consigamos deter a pessoa no local, cometendo o ato infracional”, explicou.

Assêncio acredita que só pelo fato de ter o monitoramento, os vândalos ou pessoas que fazem mau uso do ecoponto ficarão inibidas de cometerem tais atos.

Fonte: Folhadaregiao.com.br

Deixe uma resposta